[Resenha] Amy & Matthew – Cammie McGovern

Autor: Cammie McGovern

Editora: Galera Record

Páginas: 332

Ano: 2015

121567791_1GG

Oi gente, eu ando sumida né? Fazendo faculdade e dois cursos fica difícil viu, mas eu sempre estou preparando conteúdos novos pro blog, eu não fico totalmente off. Esses tempos andei lendo pouco, e uma das minhas leituras foi Amy & Mattew.

Amy e Matthew não se conheciam realmente, e não eram amigos, mas se conheciam desde pequenos, mas nunca chegaram a trocar palavras nas aulas que cursaram juntos no colégio. Nascida com paralisia cerebral, Amy não anda sem seu andador, não fala sem seu Pathaway e não movimenta um lado do corpo, tudo devido a doença. Apesar de sua aparência não agradar a todos, Amy levava uma “vida feliz”. Podia não conseguir se expressar ou ser compreendida quando queria, mas ela era dotada de uma inteligência excepcional e de um incrível senso de humor. Ela só não tinha uma coisa: amigos. E estava determinada a mudar isso antes de se formar no ensino médio e ingressar na faculdade.

Amy e Matthew-Resenhas-Cammie McGovern-Galera Record-MLNET-crop

“Viver em um corpo que limita minhas escolhas significa não ser uma vítima da moda ou das pressões culturais, porque não existe lugar para mim na cultura que vejo. Ao ter menos opções, sou mais livre do que qualquer outro adolescente que conheço.”

Já Matthew, nunca foi popular na escola, mas sempre teve amigos, até ser consumido pelo medo louco de que tudo na sua vida daria errado e de que todas as desgraças que ocorriam a sua volta eram sempre sua culpa.

Isso ocorreu debido a separação de seus pais, desde então, Matthew se tornou uma pessoa reclusa. Preenchia seus dias lavando as mãos constantemente, verificando se a torneira da pia estava realmente fechada, andando nas pontas dos pés e batendo em armários no corredor do colégio. Sim, Matthew tinha TOC e sofria demais ouvindo e obedecendo aquela voz incessante que martelava na sua cabeça, obrigando-o a fazer coisas insanas e o deixando cheio de preocupações, e a cada dia mais pinel das ideias…
Na verdade Matthew tinha verdadeira raiva da postura feliz e otimista que Amy sustentava. Como ela podia ser feliz e dizer que não sentia falta de nada se nitidamente tinha tantos problemas e limitações? Matthew não acreditava que Amy se sentisse desse modo. Para ele, a mensagem que a menina queria transmitir aos outros não era plausível. Quando Matthew decide ter coragem de dizer tudo o que pensa para Amy, algo surpreendente acontece: ambos se conectam e cultivam uma amizade que será capaz não só de destruir barreiras sociais, mas de também impulsioná-los para uma jornada de autodescobertas e de superação de limites.

Comentários sobre o livro: Eu estou em um relacionamento sério com esse livro. Ele é rico em informações e detalhes, é leve e ao mesmo tempo forte. Cada personagem é tão amoroso, tão real, são humanos, com defeitos, qualidades e dificuldades.
À primeira vista, podemos pensei que Amy era a grande “vítima” da história, a menina deficiente e coitada por ter tantos problemas de saúde e limitações. Mas não, Amy nos mostra a força que tem, e a sua gigante inteligência! Matthew tem toda a razão em esfregar a realidade na cara de Amy. Por mais que ela ache que sua vida é perfeita do jeito que está…não é.
Depois desse livro eu tive uma outra visão das pessoas deficientes e/ou com problemas psicológicos, elas são pessoas como nós, porém com pequenas diferenças, mas tem os mesmo direitos que nós, não é que alguém é deficiente que não pode ser sei lá…um médico, uma professora, um advogado! O livro é narrado em terceira pessoa, apesar de possuir diversos trechos escritos pela visão dos próprios personagens, que são apresentados por meio de e-mails ou mensagens trocadas. A diagramação da editora está impecável. Adorei o fato das falas da Amy terem ficado bem destacadas, em CAPS LOCK, eu tinha a impressão que ela estava sempre gritando (HAHAHA!) Foi o primeiro livro de Cammie que li, e estou apaixonada. Fiz uma breve pesquisa e descobri que ela é mãe de três, sendo o mais velho autista. Explicado de onde veio a inspiração. Além de ser uma das fundadoras do Whole Children. O título original é “Say what you will”, mas gostei do título brasileiro.
Algumas citações: “Mas concluí que é possível amar alguém por razões inteiramente altruístas, por todas as suas falhas e fraquezas, e ainda assim não ter esse amor correspondido. É triste, talvez, mas não trágico, a menos que você fique buscando seus afetos esquivos para sempre.”
“(…) quando se tem uma deficiência, quase ninguém fala a verdade para você. As pessoas ficam constrangidas porque a verdade parece triste demais, eu acho. Você foi muito corajoso em ir até a aleijada e dizer basicamente: apague esta expressão feliz do rosto e enxergue a realidade. É isso que quero que você faça ano que vem. Que me diga a verdade. Só isso.”
Nota: Quatro estrelas!
images1

E deixo aqui o trailer do livro que a Editora Galera Record fez! Um beijo!

Anúncios

3 pensamentos sobre “[Resenha] Amy & Matthew – Cammie McGovern

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s